Sensor de estacionamento: como instalar da forma correta?

Acessório que agrega tranquilidade à hora de manobrar o carro, o sensor de estacionamento torna-se cada vez mais popular. O equipamento deixa a vida do motorista mais simples, evitando danos ao veículo e tornando sua direção mais segura. Diversos modelos trazem esse item já de fábrica, principalmente em se tratando dos importados.

Mas, independentemente do ano e marca do seu veículo, você pode providenciar o sensor para ele. Para tal, basta seguir as dicas deste post, que você vai conferir a seguir!

Por que instalar um sensor de estacionamento?

Um dos principais ganhos de instalar um sensor de estacionamento é ele aumentar consideravelmente a segurança nas manobras. Isso porque permite identificar obstáculos, sendo bastante eficiente na prevenção de danos.

Também diminui o risco de contar apenas com os retrovisores, e ter de lidar com o risco dos famosos “pontos cegos” — partes difíceis de enxergar, pelo posicionamento do objeto em relação ao carro.

Na hora de tirar o carro da garagem, especialmente se a vaga for muito apertada, esse equipamento comprova toda sua utilidade.

Como o acessório funciona?

Entre os tipos de sensor de estacionamento, há o que funciona a partir da emissão de uma frequência sonora refletida nos objetos ao redor. Essa onda gera um sinal, de forma a permitir o cálculo da distância entre o emissor — instalado no carro — e o objeto que o acionou.

Quanto ao posicionamento, sensores traseiros são os mais populares, mas nada impede que o equipamento seja colocado nas laterais e na frente do veículo.

Em relação ao tipo, esses equipamentos se enquadram em 4 categorias:

  • que emitem apenas som;
  • que apresentam avisos luminosos;
  • que têm display no qual é mostrada a distância entre o carro e o obstáculo;
  • que possuem câmera de ré.

Seja qual for a sua escolha, o sensor, além de promover sossego nas manobras, ainda valoriza o seu carro. Portanto, instalar o acessório significa vantagens no dia a dia e na hora da revenda do veículo.

Cuidados básicos com a instalação do sensor

Para instalar corretamente o sensor de estacionamento, o ideal é obter ajuda especializada. Pois, caso a instalação apresente problemas, você expõe seu carro ao risco de danos na lataria e na parte elétrica — podendo, inclusive, causar um curto-circuito. Ou seja, o melhor mesmo é encarregar um profissional de instalar os sensores no seu carro.

Em todo caso, é interessante você saber que os kits de sensor de estacionamento são formados, na maioria das vezes, por 3 peças:

  • sensores ultrassônicos;
  • caixa de controle digital;
  • display para o painel.

Você quem vai definir onde os sensores serão posicionados, lembrando que esses pontos devem ser furados para haver a fixação dos acessórios.

Eles vão fixados seguindo a numeração que trazem, de 1 a 4. Essa sequência vai do lado do motorista para o lado do passageiro — quer dizer, da esquerda para a direita.

Os cabos dos sensores e do display são ligados na caixa principal, e a fiação do sensor é conectada ao chicote da luz de ré da lanterna traseira. Já o display pode ser colocado em lugar de sua preferência, sempre tendo em mente que deve ficar facilmente visível.

Como você pôde ver, adquirir um sensor de estacionamento significa maior praticidade e sossego na hora de estacionar. Queremos destacar que, para sua total segurança e cuidado com o seu carro, indicamos a contratação de mão de obra especializada, em se tratando da instalação de acessórios ligados ao sistema elétrico do veículo.

Acesse nossa loja e veja ofertas imperdíveis de sensores de estacionamento e muitos outros produtos automotivos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.