Qual é o consumo de combustível real de um Bugatti Chiron?

Superesportivo é até mais eficiente do que se imaginava para um motor W16 com quatro turbos e 1500 cavalos

Suas 2 toneladas vão de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos

O Bugatti Chiron é daqueles carros extremos que só aparecem de vez em quando. Consegue combinar o luxo de um enorme sedã com o desempenho de um superesportivo Download keyboard apk. A culpa é do enorme W16 8.0 com quatro turbocompressores e 10 radiadores, que gera 1.500 cv e ‎163,2 mkgf de torque.

Cavalo que anda é cavalo que bebe Star 2 Crack. E os 1.500 cv gerados pelo Chiron são uma ótima fonte de pontos no programa de fidelidade do posto de gasolina.

Testado pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA, o Bugatti Chiron obteve consumo de 3,9 km/l em ciclo urbano e 6 km/l em ciclo rodoviário 영화 퓨리. Na média, faz 4,7 km/l. Com um tanque de 100 litros, isso significaria uma autonomia de até 600 quilômetros na estrada – sem pisar demais, claro 포토샵 수채화 브러쉬.

No Brasil, onde os números reais de consumo de um Chiron certamente seriam piores devido à nossa gasolina, é possível (só por curiosidade) compará-lo com outros ícones da “bebedeira”, como o Ford Galaxie. Testado em 1971, o sedã fez 3,7 km/l na cidade e 5,5 km/l na estrada, movido por um ancestral V8 de 4.8 litros, duas válvulas por cilindro e carburador duplo 예능프로.

O motor é o mesmo W16 de 8 litros do Veyron <a class=Download Robot Arena 2. Mas os quatro turbos são maiores e há dois injetores" width="1024" height="681" border="0" data-attachment-id="155284" data-permalink="https://quatrorodas.abril.com.br/testes/impressoes-ao-dirigir-bugatti-chiron-muito-alem-do-limite/attachment/_bg-blue_181/" data-orig-file="https://abrilquatrorodas.files.wordpress.com/2017/06/bg-blue_181-e1497990905867.jpg?quality=70&strip=info" data-orig-size="1324,881" data-comments-opened="1" data-image-meta="{"aperture":"0","credit":"","camera":"","caption":"","created_timestamp":"0","copyright":"www.dominicfraser.com","focal_length":"0","iso":"0","shutter_speed":"0","title":"","orientation":"0"}" data-image-title="Bugatti Chiron" data-image-description="<p>Bugatti Chiron</p> " data-medium-file="https://abrilquatrorodas.files.wordpress.com/2017/06/bg-blue_181-e1497990905867.jpg?quality=70&strip=info&w=300" data-large-file="https://abrilquatrorodas.files.wordpress.com/2017/06/bg-blue_181-e1497990905867.jpg?quality=70&strip=info&w=650" data-restrict="false" data-portal-copyright="Dominique Fraser" data-image-caption="" />

Esportivo mais desejado daquela época, o Dodge Charger R/T também tinha consumo comparável ao do Chrion: com gasolina azul de alta octanagem, seu V8 de 215 cavalos fazia 4 km/l na cidade e 6 km/l na estrada, acelerando de 0 a 100 km/h em 11 segundos 한글 문서.

Quase cinco décadas mais novo, o Chiron mostra nas provas de performance a brutal evolução mecânica e tecnológica: chega aos 100 km/h em 2,3 s e aos 400 km/h em 32,6 s 백분 토론 다운로드.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.