Polícia desmonta quadrilha que falsificava Ferrari e Lamborghini

Réplicas não autorizadas tinham documentos falsos e eram vendidas pelo equivalente a R$ 136 mil

Carrocerias eram feitas em fibra de vidroCarrocerias eram feitas em fibra de vidro

Segundo informações do jornal “The Daily Mail”, a garagem localizada em Girona, na região Norte da Espanha, aproveitava plataformas e peças mecânicas de Toyota MR2, Ford Cougar e Peugeot 406  para produzir os “superesportivos” Download pdf of elementary school language textbooks.

Motores 2.0 e 2.5 de marcas como Peugeot equipavam os falsos superesportivos

Motores 2.0 e 2.5 de marcas como Peugeot equipavam os falsos superesportivos

Foram encontradas réplicas não autorizadas das Ferrari 348, F355, 360 e F430 movidas por motores 2.0 e 2.5 Download Show Me the Money 777 8. As carrocerias eram moldadas em fibra de vidro e os logotipos, mostradores e instrumentos dos bólidos italianos eram reproduzidos e colocados sobre as peças originais Download the hankyoreh condenser.

Quatro veículos já estavam prontos para serem vendidos na internet

Quatro veículos já estavam prontos para serem vendidos na internet

As autoridades locais descobriram a gangue após localizar um dos veículos à venda em vários sites pelo equivalente a aproximadamente R$ 136 mil 움직이는 바탕화면. Durante as buscas, a polícia localizou 14 veículos em produção e outros quatro prontos para venda. Todos os carros tinham documentos falsos.

Não ficou claro, porém, se os modelos eram vendidos como legítimos (hipótese pouco provável, já que bastaria abrir o capô para notar as motorizações “populares”), ou se eram anunciados como réplicas feitas sem a autorização das marcas 던그리드 무료.

Além dos carros, foram encontrados no local uma plantação com 950 mudas de maconha.

cópia de 96E4E1A1-1FC8-48ED-A9B1-F178D32F713C

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.