Conheça o Dodge Dart nunca restaurado

Unidade fabricada nos Estados Unidos tem apenas 72.000 milhas rodadas e nunca foi restaurado

Fabricado nos Estados Unidos entre 1960 e 1976, o Dodge Dart chegou ao Brasil a partir de 1969, dois anos após a Chrysler assumir as operações da Simca no País e foi o primeiro automóvel da norte-americana a desembarcar no Brasil.

Com linhas mais retas e uma grade larga que abrigava dois grandes faróis, tinha muitos cromados e o vidro traseiro chamava atenção por ser côncavo Download Mario Kart 7. O Dart também diferenciava-se em relação aos concorrentes pela construção em monobloco, ao invés do conjunto de carroceria ser fixada sobre um chassi perimetral. Outra novidade era a suspensão dianteira independente que, ao invés de utilizar molas helicoidais, trazia braços triangulares sobrepostos ligados a um tirante elástico unido a uma barra de torção. Já a suspensão traseira era por eixo rígido com feixe de molas.

Considerado um modelo bastante cultuado pelos colecionadores, como um clássico e pela importância que teve ao longo de anos no mercado automobilístico, muitos exemplares ainda podem ser encontrados em condições de total originalidade e funcionamento cherry blossom sakura. Nesta matéria destacamos este Dart SE 1975 produzido nos EUA com apenas 72.000 milhas originais e que nunca foi restaurado. As principais diferenças do Dart “americano” para o “nacional” está no alto nível do acabamento interno e nos seus acessórios. Essa versão “Super Especial” era a mais luxuosa comercializada no mercado americano.

No interior, o volante possui outro tipo de formato e desenho, assim como o painel de instrumentos e o design dos bancos dianteiros, que para o padrão americano são maiores. Na parte externa temos o design das calotas, os frisos laterais e até o tamanho dos chamados “olho de gato” localizado nas laterais do pára-lama dianteiro que são maiores neste exemplar americano Adobe xd.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.